eu existo, eu existi.

Bem-vindo ao blog da filosofia banal, polêmica e sem fundamento.

Francisco

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Já pensou nisso? (Eucentrismo)


Tem dias que penso em coisas que acho que ninguém pensa, mas que talvez eu esteja enganado, e todos já tivessem pensado nisso antes. O que acontece é que ninguém comenta esses pensamentos com ninguém. Quem é que no meio do bar queria aprofundar uma conversa sem noção da imaginação quando se está ao redor de mulher, cerveja, poker e futebol na TV?

Difícil de acontecer, maaas, sempre existe aquela hora que estamos sós, tendo um tempo reservado apenas para poder pensar na vida. E aí se vão milhares de perguntas que guardamos apenas para nós mesmos e que se contarmos a alguém nos considerarão loucos.

Vai parecer meio que uma ideologia medieval, mas como todo ser pensante, me questionei e vou desabafar de uma teoria que vou chamá-lá de EUCENTRISMO, em que EU sou o centro do universo e você que está lendo isso, NÃO EXISTE para MIM, está aí para me iludir sobre a existência da vida. Já pensou nisso? É o que eu queria saber...

Aqui vão algumas hipóteses:


- Se existe algo, uma identidade, um espírito que manda em meu corpo, que não sai nunca dele e que está ali todos os dias, toda hora, e nunca muda, a realidade será sempre eu. Só existe eu e eu sou a coisa mais especial de todas!

- Se a partir do momento que eu não vejo algo em meu campo de visão, logo não tem o porquê de existir aquilo no exato momento que eu não estou olhando. Não existe Japão e não existe minha irmã, que está dormindo ali no quarto dela.

- A posição geográfica do nosso ser se encontra em um centro de circunferência. Analisamos que a distância de nós ao horizonte da frente é a mesma da dos lados e da de trás.

- EU posso fazer o que quiser, com o que quiser e quando bem entender. Posso sair matando todos em minha casa, sala de aula, rua, etc.

- Se existe o meu mundo, eu não vejo como pode ter o mundo de outra pessoa semelhante ao meu. Não há outra personalidade me vendo atrás de alguns olhos feitos de matéria orgânica.

- Meu filme não vai acabar tão cedo, não vou morrer, não vou ficar deficiente, não vou ficar idoso. Vou continuar pra sempre, não vou me largar assim tão fácil.

São pensamentos bastante egoístas eu sei, mas o ser humano é assim. Estamos presos no nosso corpo, e temos que cumprir alguma coisa, alguma missão que não sabemos nem o que é. Será que é apenas reproduzir?

O livre-arbítrio existe! Será que existe mesmo? Então por que você não faz tudo que quer de verdade mesmo? Tem medo? Vão nos prender? Vão nos matar? E aí? E agora? Vamos para onde? Paramos por aí?

Somos um bando de animais, esperando acontecer o que nem nós mesmos sabemos o que vai acontecer. Temos medo de botar essa vida totalmente sem noção a perder. Não podemos achar nada estranho no mundo, porque a vida por si já é estranha.

A morte é fácil e tranquila, mas a vida, a vida é difícil e viver é uma aventura. Vamos viver, buscar realizar nossos desejos, desenvolver, preservar e sentir as coisas boas que possuímos. Aproveitar dessa ilusão!

Francisco

“O universo não é uma idéia minha.
A minha idéia do Universo é que é uma idéia minha.
A noite não anoitece pelos meus olhos.
A minha idéia da noite é que anoitece por meus olhos”.

Fernando Pessoa

5 comentários:

  1. Já tive sim esses pensamentos de "eucentrismo", é como se imaginar no Show de Truman, lembra desse filme? O livre arbítrio existe, mas se ele é gigantescamente contra as normas da sociedade é claro que você terá problemas. Talvez poesia sirva para aquietar o seu espírito.

    ResponderExcluir
  2. Para com isso.... quem vai dizer que o univers o roda em volta do umbico é você mesmo... Você terá que decidir se isso vai ser bom ou se serpa ruim...

    Timão EÔ

    ResponderExcluir
  3. No bar, saem as melhores teorias mesmo... Mas as solo, saem mais no banheiro.

    ResponderExcluir
  4. que nada haver vei,viagem do carai ;p

    ResponderExcluir